BICIGRINO EM SANTIAGO: ENCERRAMENTO DO PROJETO – FINISTERRE E MUCHIA

Cabo Finisterre

Cabo Finisterre

Ainda que meu plano fosse apenas chegar em Santiago, durante a viagem conheci diversos peregrinos que pretendiam estender sua jornada até Finisterre e Muchia (diz-se muxía). Ambas as cidades despertam grande interesse místico e estão associadas diretamente ao caminho. Há quem diga que o verdadeiro caminho não acaba na catedral de Santiago, mas sim durante o ritual de queima de roupas em Finisterre. Muito bem! Por essas e outras, adivinhem o que aconteceu? Após todo o ritual da chegada em Santiago, eu resolvi dar uma escapada até Finisterre e Muchia, ainda que esses últimos trechos tenham sido feitos de carro como todo o conforto das carreteras da Galícia e em companhia de minha esposa que estava ali para me receber.

Segundo se divulga, Finisterre é conhecida, desde os primórdios da civilização Celta que habitou a região da Galícia, como o ponto mais a oeste do continente europeu (há quem faça um ajuste na afirmação e diga que trata-se do ponto mais a oeste da península Ibérica, apenas). Alguns rituais místicos sugerem a queima de roupas da peregrinação nas pedras da península de Finisterre como forma de deixar para trás a vida antiga e marcar o início da nova vida. Há ainda místicos que crêem que o verdadeiro caminho de Santiago começa em Finisterre e segue pela contramão das setas amarelas, voltando à França – deve ser difícil!!!!!.

Em Muchia comenta-se sobre a lenda da barca de pedra de onde Maria, Mãe de Jesus, incentivou e reconheceu o trabalho de pregação da ‘Palavra’ que Tiago, sozinho, fazia na região, sem muito sucesso. Dalí nasceu a crença em N.Sa. da Barca que pode ser devotada num convento local.

Da próxima vez, Finisterre e Muchia estarão na minha programação original de peregrinação, a pé ou de byke.

Finisterre

Finisterre

Anúncios

3 Responses to “BICIGRINO EM SANTIAGO: ENCERRAMENTO DO PROJETO – FINISTERRE E MUCHIA”


  1. 1 Vitório Tomaz julho 28, 2009 às 6:49 pm

    Qual seria o sentido do caminho começar em Muchia?

  2. 2 alonsomazinisoler julho 30, 2009 às 1:49 pm

    Fazer o caminho ao contrário, iniciando em Finisterre (ou Muchia) tem sido considerado apenas por finalidades místicas Vitório.

  3. 3 Nuria agosto 26, 2009 às 10:24 am

    Hola te mando toda la información que aparece sobre este tramo en la pagina oficial de turismo de galicia. Me parece muy buena.
    http://www.turgalicia.es/sit/ficha_datos.asp?ctre=125&crec=28479&cidi=E


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Contato

j2da@j2da.com.br

Siga a J2DA no Twitter

Uêba - Os Melhores Links

%d blogueiros gostam disto: